sexta-feira, 18 de outubro de 2019

L de louco


As loucuras que fiz ou deixei de fazer,
Serviram para algum louco, louco, como eu.
A loucura que gosto de fazer, é loucura que se faz como louco.

Será que quem não é louco, pode me compreeender?
Como posso saber? Sou louco!
Louco, assim: feliz!


Márcio L. Diniz Alves;
Imagem: Antonio Gonçalves.

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Um pouco mais do mesmo


Eu não possuo "habilidades especiais". 
Estou sempre à procura de uma nova dieta.

Tenho sempre que me planejar para pagar alguma dívida.
Também estou sempre planejando consertar a minha bicicleta.

Nunca sei o que preparar para o jantar.
Vivo em paz, com a paz que criei.

Parte de mim, separo para o que eu gosto de fazer, que é escrever.

E a outra parte... 

Bom, a outra parte está por aí, fazendo não sei o quê, não sei onde, não sei com quem!

M. L. D. A . 

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Mil planos (letra de música)

Foi tudo de repente 
Um pouco fora do normal
Mas a favor do vento
Tudo pode  acontecer

A vida prega peças 
Que nem dá pra imaginar 
Eu sou tão distraído
O que posso fazer...

Você é  linda,  
Se aproximou de mim,
Gosta de Nirvana,
Vinicius e Jobim,

Assiste Os Simpsons, 
Coleciona carrinho

E ainda me dá carinho
Todo dia...

Então deixo acontecer 
Você é incrível demais
E vive fazendo mil planos
Pra "nós  viver" em paz.

M. L. D. A.

Imagem: divulgação.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

O plano (letra de música).



Deixo a vida me levar,
Você nunca soube o que é isso.
Sempre apressada, tem que estudar,
Tem que dar aula.
Tanto compromisso.

Quando quer me provocar,
Solta o cabelo, veste um vestido
Lança perfume pelo ar,
Lábios vermelhos, sorriso lindo.

Confesso que eu sempre
Penso em você.
Às vezes não tem jeito,
O que é que eu posso fazer?
E até que eu gosto dessa vida
De bebida e diversão.

Mal aprendi a me virar,
Você sabe o quanto eu insisto.
Vivo atrasado para ensaiar músicas novas,
Que dizem que eu preciso.

Uma coisa eu não posso negar,
Esse seu jeito mexe comigo.
E se eu não te procurar,
Eu posso estar correndo perigo.

O plano é um dia
Casar com você;
Dormir agarradinho, assistir Simpsons na tv;
Cuidar do seu jardim e dos nossos  bichinhos de estimação.

M. L. D. A.

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Matilde, Eu Sou de Libra


O som das correntes do meu portão  rasgam o silêncio da madrugada enquanto eu, embriagado, adentro em meu lar.
Acredito que isso deve incomodar alguns vizinhos. Mas juro solenemente que, não faço isso por mal.

A casa nem sempre está organizada, mesmo assim é sempre bom estar por aqui. Tenho que tomar cuidado ao abrir a geladeira, pois a porta quebrou e agora, se não remove-la completamente, ela cai sobre quem a abrir. Tive que desativar o chuveiro porque o registro não funciona mais. Então, enquanto eu não resolver esse "contratempo", quando vou tomar banho, utilizo a torneira do lavatório para encher um balde e após isso, lanço  a água do balde sobre mim. Pra falar a verdade, nem sinto tanta falta de um chuveiro nesse banheiro...

Quem iria reclamar do chuveiro desativado seria você! Mas, fazer o que, né... Meu estilo de vida é livre. Até que essa nova tv é modelo hd, mas ainda não contratei uma operadora de tv a cabo. A mesma encontra-se, sem antena. Mesmo assim, não sei por que, ela sintoniza o canal aberto da Rede Bandeirantes. Ainda bem, porque ao menos dá para assistir "Os Simpsons"... O pessoal do telefone fixo irá instala-lo, no próximo dia 21. 

Não tenho mais saído à canto nehum. Depois que você se foi, perdi toda vontade que eu tinha de sair de casa, seja para aonde for.
E desse jeito eu sigo. Meia que, num silencioso ritual de continuidades. Essa tem sido a minha rotina e assim tem sido a minha vida...

Às sextas, recebo a Nossa Amiga, a Diana, aquela Streapper Paulistana. Lembra dela? Aquela, de Guarulhos, de família Circense. Como ela vai ficar uma longa temporada no Rio de Janeiro, tomei a liberdade de convidá-la e há mais ou menos um mês, Ela aceitou e vem para cá todo fim de semana. Adoro tocar violão para ela enquanto ela canta, dança e toca a sua gaita. 

A onda de positividade é tão intensa que mal percebemos quando estamos nus. Ultimamente, venho recebendo alguns convites para Sair. 
Querem que eu volte a escrever, compor, cantar, tocar violão... Mas eu não vou... Não, eu não vou mais...

Desde que eu me vi sem Você, eu não sinto mais vontade, nem inspiração para nada disso. Prefiro ficar aqui, no meu lar. Incomodando aqueles vizinhos mais frustrados e rancorosos com o barulho das correntes do meu portão, toda vez que chego em casa, de madrugada, com os nossos amigos, embriagados, tendo que ter cuidado ao abrir uma geladeira que tem que ter a porta totalmente removida da sua estrutura absoluta, subindo e descendo de uma cadeira, levando a única lâmpada que possuo em casa de um lugar para o outro toda vez que anoitece e preciso enxergar alguma coisa dentro de casa, aguardando o pessoal vir instalar o telefone fixo e a tv a cabo, tomando banho de balde, comendo do bom e velho "bife com fritas" e bebendo suco de cajú estupidamente gelado no almoço...

E certas noites, quando a saudade bate mais forte, bebo vinho rascante, fumo charuto, filosofo a respeito do amor, da liberdade, da vida e da minha busca incessante pela verdadeira paz de espírito. E enquanto o efeito do álcool lentamente vai dominando os meus neurônios, tento encontrar uma maneira de escovar os dentes das bocas do meu velho fogão.

M. L. D. A .

04/11/2016, Vila Margarida, Itaguaí, RJ. 

terça-feira, 4 de março de 2014

Esperança perdida

Agora, mais do que nunca, posso pensar melhor e chamá-la de inesquecível.
Melhor assim...
Porque sei que será bem difícil esquecê-la.

Sei também que, outros já se apaixonaram por você.
E certamente, falaram sobre essa paixão.
Talvez, assim como eu: falaram e depois se calaram.
Se você é feliz dessa maneira, meus parabéns! 
Continue assim, pois nada, nem ninguém irá fazer de você outra pessoa sem que você realmente queira.

Você é insensata, mas quem sabe um dia isso possa mudar.
E quando se encontrar mais madura e consequentemente mais experiente em relação a realidade da vida,
compreenda, sem se surpreender, o quanto neste momento, você está sendo desejada e sonhada.

E então, talvez, tarde demais, irá se lembrar que apesar da paixão, alguns daqueles que se calaram, como eu, também desejaram ser seu amigo.

M. L. D. A. 

domingo, 8 de janeiro de 2012

Palácio dos vales


Como vento que surge de qualquer lugar.
O relâmpago e teu rastro de luz.
Tal é a minha querida, a sonhar em ser o sol.

M. L. D. A.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Perfeição


O amor, não foi assassinado: entregou-se em suas mãos, para que seu destino pudesse prosseguir.

Os olhos do que vê, abriga mistério incompreensível.
O azul celeste se desfaz:
Vem aí, um novo temporal.
E por mais que você tente, a distância será como dor que surgirá, toda vez que tentar respirar.


Prisão sem grades.
No entanto, intransponível.
Brisa fugaz batendo em sua solitária face.


M. L. D. A.

Imagem: Divulgação.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Pouco mais do mesmo.

Paradoxo meu:
Este ser de amor.
Em ser assim, eu já me acostumei.
Nada mais me resta,
Ser assim.
Sim.


Resta-me ser, esse ser de amor.
Esse nada, é o que me convém.
Convém-me ser assim.
E ser assim mesmo.


Um nada, apenas.
Um nada.

De amor.


M. L . D. A.

Imagem: divulgação.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

De uns tempos pra cá ( letra de música )



Temos que dar um jeito da gente se entender.
As coisas não estão do jeito que deviam ser.
Temos que dar um jeito na nossa relação.
Ou, vamos sofrer.


Há algum tempo atrás, eu tive uma paixão.
E só Deus sabe o que fiz para esquecer.
Sei que ela estava me tratando...
Da mesma maneira, hoje, me tratou, você.


Há algum tempo atrás, esqueci também.
Hoje, tenho paz.
Mas, preciso ter alguém.
De uns tempos pra cá, me senti preparado.
E acho até, que posso contar.


Que você despertou, meu jeito de ser.
Que encontrei o amor, junto à você.
Mas, preciso ter.
Quero, ter certeza.
Que você, sente o mesmo por mim.


Não vou aguentar, todo esse jogo.
Pareço tranquilo, mas, já estou louco.
Estou em pedaços.
E o motivo é você...
Me partindo aos poucos.


Por que foi embora sem me avisar?
Vê se não demora, quero perguntar.
Como é que faço, pra esquecer.
Fecho os olhos e só penso em você.


Com seu jeito meigo e amor no olhar.
Sou o seu brinquedo, pra você brincar.
Por que tanto medo, qual é o segredo.
Deixe eu te ajudar.


M. L. D. A. 


Imagem: Divulgação

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Faço Tudo Por Você ( letra de música )


Posso falar a verdade, te dizer: Estou a fim. Sem sentir-me um covarde toda vez que olhar pra mim...

Sempre, ao te ver passar...

Sinto uma vontade louca.
De te olhar dentro dos olhos e beijar a tua boca.

Nem, aconteceu ainda, e eu, já não sei se vai passar...
Mas, eu tenho esperança que este sentimento vai mudar:


De amizade para amor, paixão, ternura...
E ao teu lado, serei feliz de verdade.
De amizade para amor, paixão, prazer...
É só pedir, eu faço tudo por você.


M. L. D . A.

Imagem: divulgação.

L de louco

As loucuras que fiz ou deixei de fazer, Serviram para algum louco, louco, como eu. A loucura que gosto de fazer, é loucura que se faz ...